o clube

Quem Somos

O Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul - CFCX é uma associação cultural e educativa, sem fins lucrativos, filiada à Confederação Brasileira de Fotografia - CONFOTO, revezando sua posição entre o primeiro e segundo lugar no ranking nacional dos maiores e melhores fotoclubes do país. Desde sua fundação, em 25 de setembro de 1980, o CFCX vem se dedicando ao incremento da arte fotográfica na cidade de Caxias do Sul e região, projetando a cidade no cenário fotográfico nacional. Possui reconhecimento perante o poder público municipal, tendo sido declarado Entidade de Utilidade Pública pela Lei Municipal nº 3.288, de 11/11/1988. Mantendo seu objetivo de promover atividades voltadas ao fomento e qualificação da arte fotográfica, congrega fotógrafos amadores, profissionais e estudantes com uma grande diversidade de conhecimento e experiências.




Histórico

No dia 25 de setembro de 1980, nas dependências da Associação Atlética Banco do Brasil de Caxias do Sul, reuniu-se um grupo de senhores com o objetivo de criar um clube de fotografia que fosse capaz de aprimorar as técnicas e a linguagem da arte fotográfica de seus associados. Composto pelos senhores Névio Guilherme Milani (in memoriam) , David Cesa Milani, Severino Júlio Schiavo, Joel Jordani (in memoriam), Jairo Nunes Bezerra e Paulo Valiati, o grupo de amigos e colegas bancários são considerados os pioneiros da fundação do Clube do Fotográfo de Caxias do Sul, na época chamado de Clube do Fotógrafo Amador de Caxias do Sul.
 
Após um mês de reuniões que visavam a estruturação da entidade, com o comparecimento de novos adeptos e interessados em fotografia, na reunião de 24 de outubro de 1980 foi sugerido que o quadro de fundadores da entidade seria constituído pelos 13 primeiros sócios do Clube. Nessa data, então, foi oficializado o conjunto de sócios-fundadores, composto por Aires Battistel, Alceu Vanderley Valim de Lima, Aldo Toniazzo, Ary Trentin (in memoriam), Davi Cesa Milani, Duval Ravizzon, Jairo Nunes Bezerra, Joel Jordani (in memoriam), José Raul Castilhos, Névio Guilherme Briani, Paulo Valiati, Sérgio Simão Moschen e Severino Júlio Schiavo.
 
Já na reunião seguinte, o Clube despertaria interesse de novos sócios, como o Sr. Gilberto Golin Grazziotin (in memoriam) que passou importantes informações a respeito do funcionamento de clubes de fotografia no Brasil, como a filiação a uma entidade nacional, o que ocorreu logo depois, com o registro do Clube na Confederação Brasileira de Fotografia-Confoto. Walter Brugger se filia no dia 21 de novembro de 1980, vindo a ocupar cargo na diretoria e, em seguida, se torna o maior ganhador de prêmios do Clube, culminando com o título FIAP. Gilberto Grazziotin, Walter Brugger, Oladi Cesa, Aldo Fachinelli, Jorge Bertelli da Costa, Francisco Roni Aguzzoli, Germano Roberto Schüür, Antonio Carlos Correa, Mauro Luiz Peregrina, Arcângelo Jorge Neto, Isaias Ceccon, frei Luciano Marchioni, Marcelo Dana, Juraci Salvi, Wladimir Faé, Fortunato Boff, José Carlos Guerra, Edson Correa, Normélio Deppe, Maurício Dani, Luis Geraldo Melo, Luciene Marin, Hilmar Hollatz, Arielson Milani, Daniel Fachini de Castilhos, João Carlos Baldisserotto, junto com os sócios fundadores, formavam um time respeitável de conhecedores em fotografia, participando das programações e colaborando com a entidade. 

A primeira diretoria foi constituída pelos senhores Névio Guilherme Briani (Presidente) e Paulo Valiati (Secretário).
 
Logo nos primeiros três meses de atividades, o Clube atingiu o número expressivo de 72 sócios efetivos e, em novembro de 1980, foi realizada a primeira exposição no Atelier Livre da Universidade de Caxias do Sul (UCS), apresentando para a comunidade os trabalhos dos associados, em uma mostra coletiva.
 
No primeiro aniversário do Clube, no ano de 1981, foi eleita a segunda diretoria da entidade. Névio Guilherme Briani foi reeleito presidente; como vice-presidente, Aldo Toniazzo; primeiro-secretário, Alceu Vanderly Valim de Lima; segundo-secretário, Eduardo Briani (in memoriam); primeiro-tesoureiro, David Cesa Milani; e segundo-tesoureiro, Marcelo Cavalcanti.
 
Marcado pelo interesse contínuo de novos sócios, o ano de 1981 também se destaca por uma grande exposição pública das fotografias dos associados. Em fevereiro desse ano, por ocasião das comemorações da Festa Nacional da Uva, foi realizada a segunda exposição do Clube, dessa vez na então recém-inaugurada Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu e Lima.
 
Com o objetivo de fomentar a cultura fotográfica e registrar as mais diferentes cenas e situações da vida cotidiana, o Clube seguiu sua trajetória de pesquisa e conhecimento, destacando-se perante a sociedade caxiense e a comunidade da fotografia nacional. No dia 11 de novembro de 1988, tendo como local a Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, em Sessão Ordinária, o Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul foi declarado de Utilidade Pública, pela Lei Municipal nº 3.288, de 11/11/1988, aprovada e sancionada pelo então prefeito Sr. Vitório Trez. 
 
No final do ano de 1998, por diversos fatores externos e econômicos que se somaram às dificuldades dos sócios em manter assiduidade às reuniões, a entidade teve suas atividades drasticamente reduzidas. Alguns membros, contudo, continuavam participando individualmente de concursos nacionais e internacionais reconhecidos pela Confederação Brasileira de Fotografia.
 
Foi no ano de 2005, com a conclusão do primeiro Curso Superior de Formação Específica em Fotografia da Universidade de Caxias do Sul (UCS), que o Clube do Fotógrafo ganhou novos adeptos e uma renovada dinâmica institucional. Foi nessa ocasião que a Confoto, através de seu presidente e alguns diretores, fez uma visita a Caxias do Sul e “intimou” a volta a plena atividade do Clube, dada sua grande importância no cenário nacional. Foi eleito Presidente interino o Sr. Joel Jordani (in memoriam) e, no semestre seguinte, foi eleita a nova diretoria composta pelos senhores Roberto Hrast, Joel Jordani (in memoriam), Aldo Toniazzo e Edson Mohr. No ano de 2006, foi empossado o Presidente Adriano Soldatelli, que administrou o Clube por 8 anos, dividindo suas gestões, em revezamento, com dois Vice-Presidentes, Aldo Toniazzo e René Rossi,  e os Diretores Fábio Grison, Estevão Bordin, Roberto Hrast, Edson Mohr, Leandro Badalotti, Guilherme Jordani, Joel Jordani, Walter Brugger, Carlos Gandara, Celso Tissot, Deli Tomazzoni, Roberta Labatut, Daniel Herrera, Luís Fernando Barp, Afonso Cesa Neto e Marilise Cesa.
 
A partir dessa retomada das atividades, o Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul reencontrou seu caminho de conquistas e sucesso do qual nunca mais regressou, colaborando com os diversos fotógrafos amadores e profissionais que concedem à cidade o reconhecimento nacional da competência na arte de fotografar.
 
No ano de 2010, quando comemorou seus 30 anos de fundação, o Clube sediou a XXVI Bienal Brasileira de Arte Fotográfica em Preto e Branco, trazendo para Caxias do Sul diversos ícones da fotografia nacional, dentre eles o Presidente e alguns diretores da Confoto e representantes de diversos Fotoclubes do país. O evento envolveu todos os sócios, que trabalharam em equipes, e primou pela competência organizacional, seriedade, planejamento em detalhes de todas as atividades internas e externas, culminando com a cerimônia de premiação que contou com a participação da administração pública municipal e arrancou aplausos e agradecimentos dos visitantes.
 
A participação do Clube nas Bienais promovidas pela Confoto tem sido um medidor do aprimoramento da técnica fotográfica, da sensibilidade do olhar e do talento de seus associados. Com um número cada vez maior de fotos classificadas e de menções honrosas e, nas últimas edições, tendo sempre figurado dentre os três primeiros colocados de cada certame anual, inclusive com dois primeiros lugares, os associados vêm mantendo o Clube do Fotógrafo de Caxias do Sul, coletivamente, no topo do cenário nacional, revezando posição entre o 1º e 2º lugar dentre os quase 100 fotoclubes em todo o país.
 
O Clube costuma promover eventos e exposições fotográficas na cidade, alguns deles em parceria com apoiadores, bem como participa ativamente de todas as atividades públicas que visem fomentar e aprimorar a arte fotográfica em Caxias do Sul. 

Atualmente, o Clube conta com cerca de 80 sócios ativos, dentre os quase 260 fotógrafos amadores e profissionais que já integraram seu quadro social, cujos encontros acontecem todas as terças-feiras, a partir das 19:30h., em sua sede social, para oficinas, palestras, análise de portfólios, aulas técnicas, concursos internos, além de saírem a campo, em excursões mensais, para registrar as mais diferentes paisagens, eventos e situações do cotidiano. 

No ano de 2015, por ocasião das comemorações de seu 35º aniversário, foi revigorado este site, pela Altmídia Propaganda, e repaginada a Logomarca do Clube, pela Túnel Design, ambas agências de publicidade locais e parceiras do Clube.
 
A atual Diretoria, empossada em março/2018, é composta pelos sócios Carlos Gandara, Presidente; Adriano Soldatelli, Vice-Presidente; Fabrizio Brustolin, Diretor de Fotografia; Fábio Grison, Diretor de Comunicação; Márcia Dall'Ago, Diretora Social; Afonso Cesa Neto, Tesoureiro e Carla Tessari, Secretária.

Sejam Bem-vindos!
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
Autor: Carregando
Clique para ver a foto