notícias
As Eleições do CFCX
30/10/2016 :: Causos do CFCX #02


Hoje é dia da Coluna "Causos do CFCX". E para aproveitar o clima das eleições municipais, vamos apresentar aos associados os nomes dos amigos administradores que lutaram, e ainda lutam (e como lutam!), por manter o nosso Clube vivo, ativo, cada vez em melhor posição no ranking nacional.

Nesses 36 anos de fundação, o Clube vem escrevendo uma história de lutas, conquistas, fortalecimento e sucesso, mas nem sempre foram flores o que encontrou pelo caminho, algumas pedras também demandaram muito esforço conjunto para serem removidas. E são nesses momentos de crise, justamente, que as Diretorias podem sucumbir ou se fortalecerem, tudo dependendo da união, disposição e flexibilização da chapa.

Para contar apenas um caso extremo, dentre tantas dificuldades quando se trata de "doação de tempo", alguns sócios do CFCX, no final do ano de 1991, chegaram a cogitar a extinção do Clube pela dificuldade de formação de uma chapa disposta a administrá-lo no biênio 1992-1994. A Ata nº 57, datada de 19/09/1991, relata toda a dificuldade daquele momento de crise. Mas no dia seguinte, a Ata 58 nos conta que alguns sócios, inconformados com a dissolução de todo o trabalho até ali realizado, reuniram-se na casa de um deles e resolveram "assumir a  luta", mesmo que seus compromissos profissionais e seus tempos escassos dissessem não. 

"NÃO!"

Foi justo esse o grito do Severino Schiavo, Joel Jordani (in memoriam) e Walter Brugger, naquele momento, que encontraram apoio em mais 5 amigos para negarem a extinção do CFCX e seguir em frente.

Não há fórmula ou medida exata, mas apenas muito amor e boa vontade!

Não é tarefa fácil o planejamento e execução de metas, a doação integral, o tentar fazer o melhor possível e nem sempre agradar...  Ouvir críticas... Mas também é muito estimulante quando tudo dá certo e o apoio vem de forma incondicional. Assim foi, e continua sendo, a luta de nossas diretorias.

Considerando que nossos presidentes e diretores, diferentemente de nossos políticos, não têm dedicação exclusiva, não são administradores de carteirinha, não têm um batalhão de CCs e nem ganham salários ou comissões de causar inveja, todo o sucesso do nosso CFCX brota, MESMO, de ações amorosas dessa turma.

Que a cada biênio a gente possa formar uma boa chapa disposta a deixar seu competente e generoso trabalho, a exemplo das que já passaram, em prol do permanente fortalecimento de nosso CFCX.

Saibam quem está em nossa galeria de heróis:

FUNDADORES/PIONEIROS - 1980 - UM TIME DE CRAQUES:
Aires Battistel, Alceu Vanderley Valim de Lima, Aldo Toniazzo, Ary Nicodemos Trentin (in memoriam), Davi Cesa Milani, Duval Ravizzon, Jairo Nunes Bezerra, Joel Jordani (in memoriam), José Raul Castilhos, Névio Guilherme Briani, Paulo Valiati, Sérgio Simão Moschen, Severino Júlio Schiavo e mais: Gilberto Golin Grazziotin (in memoriam), Walter Brugger, Oladi Cesa, Aldo Fachinelli, Jorge Bertelli da Costa, Francisco Roni Aguzzoli, Germano Roberto Schüür, Antonio Carlos Correa, Mauro Luiz Peregrina, Arcângelo Jorge Neto, Isaias Ceccon, frei Luciano Marchioni, Marcelo Dana, Juraci Salvi, Wladimir Faé, Fortunato Boff, José Carlos Guerra, Edson Correa, Normélio Deppe, Maurício Dani, Luís Geraldo Melo, Luciene Marin, Hilmar Hollatz, Arielson Milani, Daniel Fachini de Castilhos, João Carlos Baldisserotto.

PRESIDENTES/VICES +(DIRETORES) 

1980-1984 - Névio Guilherme Briani / Aldo Toniazzo (Paulo Valiati, José Raul Castilhos, David Cesa Milani, Alceu Vanderlei Valin de Lima, Severino Schiavo, Aires Battistel, Joel Jordani, Duval Ravizzon, Jairo Nunes Bezerra, Eduardo Briani, Marcelo Cavalcanti);

1984-1986 - Severino Schiavo / Joel Jordani (Mauro Luiz Peregrina, Alceu Vanderlei Valin de Lima, David Cesa Milani, Eduardo Briani, Ary Trentin, Gilberto Graziotin, Antônio Carlos Correa, Germano Schüür, Isaias Ceccon, Duval Ravizzon); 

1986-1988 - David Cesa Milani / Joel Jordani (Mauro Luiz Peregrina, Isaias Ceccon, Ary Trentin, Severino Schiavo, Germano Schüür, Walter Brugger, Duval Ravizzon); 

1988-1990 - Walter Brugger / Luís Geraldo Melo (Mauro Luiz Peregrina, Isaías Ceccon, Ary Trentin, Névio Guilherme Briani);  

1990-1992 - Luís Geraldo Melo / Luciene Marin (Aldo Facchinelli, Isaías Ceccon); 

1992-1994 - Severino Schiavo / Joel Jordani (Hilmar Hollatz, Luciene Marin, Walter Brugger, Roni Rigon, Daniel Fachin de Castilhos, Isaías Ceccon);

1994-1996 - Luciene Marin / Joel Jordani (Hilmar Hollatz, Isaías Ceccon, Walter Brugger);

1996-2005 - período de stand-by do CFCX, até sua 2ª fase (assunto para um outro causo);

2005-2006 - Roberto Hrast / Joel Jordani (Aldo Toniazzo, Edson Mohr). Gestão interina de retomada;

2006-2014 - Adriano Soldatelli / Aldo Toniazzo / René Rossi (Fábio Grison, Estevão Bordin, Roberto Hrast, Edson Mohr, Leandro Badalotti, Guilherme Jordani, Joel Jordani, Walter Brugger, Carlos Gandara, Celso Tissot, Deli Tomazzoni, Roberta Labatut, Daniel Herrera, Luís Fernando Barp, Afonso Cesa Neto, Marilise Cesa); 

2014-2018 - Carlos Gandara / René Rossi (Javier Paquito Herrera, Marilise Cesa, Luis Fernando Barp, Celso Tissot, Thiago Rauber de Andrade, Afonso Cesa Neto, Alexandre Carelli).

A todos eles, os nossos mais sinceros agradecimentos e aplausos!!!!

Mari, em nome de toda a família CFCX

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
Autor: Carregando
Clique para ver a foto